Carregando o conteúdo... O carregamento depende da velocidade da sua conexão!

Email: geral@casadoagricultor.pt
Carrinho - €0.00
Sapatos de salto alto

Sapatos de salto alto

Os sapatos de salto alto são o tipo de calçado preferido pelas senhoras para as saídas mais formais, festas, eventos, mas também há quem use no dia a dia. É certo que não é o tipo de calçado mais confortável, não é absolutamente nada recomendável usá-los em calçadas ou terrenos acidentados, alguns modelos podem mesmo causar dores após algum tempo no pé, mas também existem modelos de sapato alto mais confortáveis, que até dão vontade de usar durante todo o dia. No geral, as pessoas chamam de salto alto a todo o calçado cujo calcanhar fique acima dos dedos mas, de acordo com os maiores estilistas do calçado, como Gucci e Jimmy Choo, um salto baixo é aquele com menos de 6 centímetros, de 6 centímetros a 8.5 centímetros são considerados saltos médios, e com mais de 8.5 centímetros são considerado um salto alto.

 898229_devagar-com-o-uso-do-salto-alto

Mas como surgiu o sapato de salto alto?

Os sapatos e sandálias de salto alto surgiram há milhares de anos, provavelmente no antigo Egito, onde foram encontrados modelos de calçado de salto alto numa tumba datada do ano 1000 antes de Cristo. Esse calçado devia, muito provavelmente, caraterizar a alta sociedade, e só deviam ser usados pelos nobres ou pessoas ricas e influentes.

Também na Grécia Antiga havia o gosto pelos sapatos e sandálias de saltos altos. Um dos grandes autores trágicos da história da antiga Grécia, foi Ésquilo, que mandava os atores que atuavam nas suas peças, usar saltos altos, de diferentes tamanhos, para simbolizar a posição social de cada personagem. No Oriente, a mesma coisa. A titulo de exemplo, e mais recentemente, no Japão, o imperador Hirohito foi coroado, em 1926, calçando um par de sapatos de salto alto com 30 centímetros de altura.

 

Não só os nobres e abastados usavam saltos altos, esse tipo de calçado também estava associado à sexualidade. Na Roma antiga, as prostitutas eram identificadas pelos saltos altos que usavam. As cortesãs japonesas usavam tamancos com uma altura ente os 15 e os 30 centímetros. Por outro lado, as concubinas chinesas e as odaliscas turcas eram obrigadas a usar sandálias altas, com o objetivo, muito provavelmente, de as impedir de fugir dos haréns.

Já na era moderna, a moda europeia dos saltos altos teve início com os “chopines” italianos, sandálias com plataformas de alturas que variavam entre 15 e os 42 cm. Alguns modelos chegavam a ter 75 cm e as mulheres que os calçavam tinham que se apoiar em bengalas ou bastões para se equilibrarem ao andar. Em 1430, os chopines foram proibidos em Veneza, mas a moda nunca desapareceu de verdade.
laterale-b

 

No principio do século XX, ainda havia muito preconceito vindo do século anterior em relação aos sapatos de salto alto. Muitas pessoas consideravam indecentes as mulheres que mostrassem um pouco dos seus pés despidos. Por isso, o conforto prevaleceu em detrimento do estilo. A história mudou após a 1ª Guerra Mundial. Com o desenvolvimento da economia, os calçados de tiras entraram em cena: pontiagudos e com saltos altos modelo Louis. Havia uma grande variedade de cores e eram até usados para dançar.

 

334213_366_45

Hoje em dia, como todos sabemos, é como usar sapatos de salto alto e sandálias nas mais diversas ocasiões. Mas nem todo o calçado de salto alto é confortável ao ponto de o poder usar durante várias horas sem sentir dores. Na loja online da Casa do Agricultor, vai encontrar uma seleção de sapatos de salto alto e sandálias de salto alto muito confortáveis e feitos com os materiais mais resistentes, para que durem mais tempo.

Veja os nossos modelos de saltos altos AQUI!

Deixe um comentário

Versão mobile: Habilitado